04 dezembro 2005

A crônica de Ronaldo Monte de Almeida

O avesso da pele
O médico Waldir Pedrosa Amorim é íntimo do que se passa no avesso da pele e além dela. É seu ofício quotidiano invadir o corpo alheio em busca de males invisíveis ao olho nu.
O poeta Waldir Pedrosa Amorim é íntimo do que se passa no avesso das palavras. É seu ofício ir além da superfície do texto em busca de sentidos invisíveis à sensibilidade comum.
Íntimo do médico e do poeta, fujo o quanto posso do primeiro, pois já não me cabe na carcaça o mais mínimo desvio patológico. É sabido que não se sai de um consultório sem uma doença nova. Já do poeta, procuro estar sempre por perto. Pois dele sempre saio com as emoções renovadas pela surpresa que os seus poemas me mostram ali, ao meu lado, dentro de mim.
O avesso da pele é o terceiro livro de poemas de Waldir. Como os dois primeiros, seus originais também passaram pelas minhas mãos. Tenho este privilégio e me orgulho dele. Pois não é todo dia que se é convidado a participar de uma edição, desde a escolha dos poemas, sua distribuição em tópicos, sua ordem de apresentação.
Claro que Waldir poderia fazer isto sozinho. Ou pedir a Barreto, da Editora Manufatura, que também é poeta e sabe fazer isto melhor do que eu. É só ver a qualidade da edição. É por bondade que ele me quer por perto. Ou por maldade. Para zombar de mim que passo anos sem publicar poemas, por falta de poemas a publicar.
Na falta de meus próprios poemas, faço meus os poemas de O avesso da pele. E o próprio título já me dói, já me propõe a carne viva, o nervo exposto. Não a carne nem o nervo que Waldir vasculha em sua clínica. Mas a metáfora da carne e do nervo que Waldir disseca em seus poemas.

Ronaldo Monte – Poeta e psicanalista.

2 comentários:

Neusa Doretto disse...

Somos o Grupo Teatro Falado de Campinas. Precisamos do contato com Ronaldo M Almeida,sobre " A Lógica". Aguardo.

Neusa Doretto- Secretaria de Cultura de Campinas- Tel.: 19-37058016/ cel.: 19 81733693-Página da web- Overmundo-Neutzscha-

Nina disse...

gostei
vou voltar mais vezes