08 maio 2007

UM PEDAÇO DE MIM

Para Fátima no seu aniversário




um pedaço de mim
similitude
todo de mim
extasiado

rui a melancolia
do meu brado
faz lugar a alegria inaudita
uma parte de mim
alegre acorda
olhos dormidos
corpo vívido
acolhedores braços
tão iguais
ou melhor
acrescentados
das paixões e labutas submersas

um pedaço de mim
é
todo de mim
aniversaria

parece ontem
mesmas delicadezas
amor caminho

mais grande – grandalhão – maior
o ninho reinventa
partículas de sonhos
pedaços de percurso

amor em mim
confiante aventura
desdobrar em ruas
as vielas
cuidar da estrada
a vegetação
ladeia
plantar quintais
caramanchões
colher conchas
nas areias

um pedaço de mim
passeia
acede
tonturas minhas
enxerto algum
reconheceria

ouso brindar
[presente da loucura]
poema
– desapossar mercadoria –
libertar as mãos
ao aconchego
à paixão
nossos lábios beijadores

dádiva
toma em silêncio
[palavras subalternas]
amor por ti
impenitente


Waldir – 04 de maio de 2007