04 maio 2010

TE AMO



 

Te amo

e amo os dias

ao teu lado.

Os cacoetes

o odor da pele

e do sabonete.

A cabeça

sobre meu peito

em aninho

evolvendo

o protetor e dono

do teu corpo e sono.

Enleado em tuas pernas

roçando os nossos pés

agarrados

feito carrapato.

Arfantes de prazer

de gozo

do azo animal

franqueador do desejo

e preceptor das fronteiras.

Companhia

reflexão

invenção

coragem

de perdurar as conquistas.

Amo sim,

a mulher, que a mim ama;

possuidora

do caleidoscópio

denunciador

da imperfeição

da sucumbência

da pertinácia

da sabedoria

da comiseração

da dor, alegria e esperança

imensurável

humana.


 

Waldir 04/05/2010 Praia do Bessa.