26 julho 2012

Poema em dois tempos

 
1
O permanente,
imorredouro,
não atina
tempo e deleite.
 
2
O tempo
gozoso, acme.
Deus misterioso
é o tempo.
 
Waldir